o que é


pe__na__gua2p.jpg

flexível e além da sustentabilidade


Olhamos para o mundo através de uma perspectiva ecossistêmica, onde ciclos metabólicos são conectados e podem ser fechados nas várias escalas da paisagem. Pretendemos eliminar possíveis impactos negativos e gerar impacto positivo no meio ambiente. A partir dessa visão, criamos espaços que buscam ir além da sustentabilidade, garantindo conforto e sendo saudável tanto agora como no futuro de forma compreensível, realista, criativa e rentável. Frente aos desafios relacionados às mudanças climáticas, econômicas e sociais, propomos um desenho que não parta de um conceito fixo, mas seja flexível e aberto. Nossa proposta, principalmente nas escalas urbana e de planejamento, estabelece o desenho estratégico de elementos estruturadores que permitem que tanto a natureza quanto os seres humanos se expressem ao longo do tempo. Este conjunto estruturador + flexível é capaz de garantir resiliência em longo termo.


ativação do espaço


Nossa forma de pensar é aplicada às várias escalas, desde aquela mais pessoal até aquela que abrange paisagens multifuncionais, desde um objeto até planos de desenvolvimento em longo prazo. Todos eles tem por princípio serem inovadores, criando lugares e relações espaciais pertinentes à ocupação humana e ao respeito ambiental. Para isso, nossas propostas contam com a integração de funções estéticas, poéticas e infraestruturais além de buscar o balanceamento entre os requerimentos de projeto, nossas decisões e aquelas trazidas pelos diversos atores através de processos participativos, essenciais para ativar ou re-ativar os espaços constantemente.


desenho explorativo


Utilizamos o desenho como ferramenta de pesquisa e discussão. Nosso processo criativo foca num objetivo final, mas valoriza o processo. Somos curiosos e estamos abertos para explorar e testar distintas alternativas na busca do melhor resultado. Nos organizamos através de uma rede multidisciplinar de profissionais, o que garante constante capacidade de inovação e flexibilidade para o enfrentamento dos diversos desafios impostos pelos projetos em suas diversas escalas.

O copo está meio cheio ou meio vazio?

Para nós o copo está sempre meio cheio de água e meio cheio de ar. Em projeto isso significa que respeitamos a história do lugar, seu contexto, mas olhamos para o mesmo espaço, seja ele vazio ou pleno fisicamente ou de significados, com novos olhos, de forma positiva, vendo oportunidades que nos permitem chegar a soluções inovadoras a partir da descoberta de diferentes qualidades espaciais, formas de usar o espaço, formas de percebê-lo e significá-lo. Nosso trabalho se pauta na constante transformação e reinterpretação espacial.